Warning: ini_set() has been disabled for security reasons in /home/mudrayog/public_html/libraries/joomla/session/session.php on line 120

Warning: ini_set() has been disabled for security reasons in /home/mudrayog/public_html/libraries/joomla/session/session.php on line 123

Warning: ini_set() has been disabled for security reasons in /home/mudrayog/public_html/libraries/joomla/session/session.php on line 921

Warning: session_start() [function.session-start]: Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/mudrayog/public_html/libraries/joomla/session/session.php:120) in /home/mudrayog/public_html/libraries/joomla/session/session.php on line 654

Warning: session_start() [function.session-start]: Cannot send session cache limiter - headers already sent (output started at /home/mudrayog/public_html/libraries/joomla/session/session.php:120) in /home/mudrayog/public_html/libraries/joomla/session/session.php on line 654
Mudrá Yoga - Origem das Rosas

Origem das Rosas

Origem das Rosas Um mundo sem flores seria um mundo sem beleza e a rosa vermelha é a mais desejada e admirada entre todas as flores. Ela simboliza o amor, mas também pode traduzir mensagens de respeito e coragem.

Quando as rosas vermelhas estiverem acompanhadas de rosas brancas, assumem o significado de unidade.

Já, quando apresentam tons bem escuros, as rosas vermelhas querem se referir a uma beleza inconsciente. As rosas brancas, por sua vez, assumem vários sentidos, tais como inocência e pureza, reverência e humildade, segredo e silêncio.

De qualquer forma, apesar de todas as suas sutilezas, as rosas são essencialmente um dos maiores símbolos de amor em suas várias formas.

Entre as muitas histórias, lendas e mitos, conta-se que Afrodite deu uma rosa ao seu filho Eros, o deus do amor. Por isso a rosa tornou-se um símbolo de amor. Eros deu a rosa a Harpócrates, o deus do silêncio, assim a rosa se tornou também um símbolo de silêncio e segredo.

Na idade média uma rosa era suspensa do teto da câmara municipal comprometendo todos os presentes ao silêncio.

De origem asiática, há pelo menos cinco mil anos antes de Cristo, os assírios, babilônios, egípcios e gregos já usavam a rosa como elemento decorativo e também para cuidar do corpo em banhos de imersão.

Ao todo, com o passar dos séculos e a intervenção das civilizações, as 126 espécies originais de rosas silvestres resultaram em mais de 30 mil espécies híbridas, espalhados por todo mundo.

As rosas são um verdadeiro colírio para os nossos olhos. Olhar um jardim de rosas nos enternece e acalma a nossa alma.